Home

Eficaz contra o aedes aegypti

Mosquito transmissor da dengue, chikungunya, febre amarela e do zika vírus.

Segurança para toda a família

Inclusive para gestantes e crianças acima de 2 anos.

Possui hidratante natural

Oleo de oliva que é rico em vitamina A e E que hidratam e protegem a pele.

Não oleoso

Mais fácil de aplicar e não incomoda.

Fragrância agradável e suave

Ajudam na adesão a utilização.

Proteção por 4 horas

Sua pele protegida por 4 horas.

Garantia de qualidade da Silvestre Labs

Empresa 100% nacional, reconhecida pelo desenvolvimento de
produtos inovadores na área de dermatologia.
SAIBA MAIS

O Bite Free é o primeiro produto a receber o selo de aprovação do Instituto Protetores da Pele (IPP), pois foi concebido em parceria com seus especialistas. O dermatologista Dr. Omar Lupi, diretor científico do IPP e professor da Unirio, foi um dos idealizadores, ajudando a formular um produto seguro, eficaz e benéfico para a saúde da pele.
“As doenças transmitidas pelo mosquito Aedes Aegypti são um problema de saúde pública no Brasil que precisa ser resolvido. O Instituto Protetores da Pele (IPP), atento e sensível a isso, não poderia ficar inerte e movimentou-se para criar um aliado da população nessa luta. Para isso, buscou parceria com uma empresa de tecnologia brasileira, reconhecida pela sua credibilidade e qualidade de seus produtos para desenvolver um repelente pensado para atender às demandas peculiares da população do Brasil” — Dr. Omar Lupi.
Nasceu então o Bite Free, um produto feito por brasileiros para brasileiros, com o respaldo de uma empresa 100% nacional, a Silvestre Labs.

Dicas

Proteja sua pele dos mosquitos

Há muitos repelentes no mercado, mas é difícil saber qual deles é de fato eficaz, não é? Pois fique atento à composição do produto. Icaridina é o segredo. Trata-se de um princípio mais ativo e moderno, que dura pelo menos 10 horas na pele, sem necessidade de reaplicação. É importante ler o rótulo dos repelentes em geral para saber mais sobre os níveis de concentração dos princípios ativos, pois intoxicação pode causar alergias, vômitos e sonolência forte.

Usando o repelente corretamente

  • Repelentes em creme ou gel devem ser aplicados pela manhã e reaplicados de duas em duas horas, pois mosquitos da dengue têm hábitos diurnos.
  • Verificar se o repelente está de acordo com a idade do seu filho. As concentrações e os princípios ativos recomendados pela Organização Mundial de Saúde (OMS) são: icaridina (KB3023) 20% a 25%; DEET 20% a 50%; e IR3535 30%. Bebês até seis meses só devem usar mosquiteiros e roupas protetoras.
  • Aplique o repelente apenas nas zonas expostas do corpo, sempre na dose recomendada pelo rótulo ou pelo dermatologista. Exceção para olhos, narina e boca.
  • Não economize! O repelente precisa criar uma barreira para a pele.
  • Evite roupas coloridas, escuras e apertadas, prefira as claras e confortáveis.
  • No momento em que usar o repelente, abra mão dos perfumes, pois atraem os insetos.

Suas atitudes combatem o Aedes Aegypti

1 – Mantenha caixas, tonéis e barris de água bem tampados.
2 – Coloque o lixo em sacos plásticos e mantenha a lixeira sempre bem fechada.
3 – Não jogue lixo em terrenos baldios.
4 – Se for guardar garrafas de vidro ou plástico, mantenha-as sempre com a boca para baixo.
5 – Não deixe a água da chuva acumular sobre a laje e calhas entupidas.
6 – Encha os pratinhos ou vasos de planta com areia até a borda.
7 – Se for guardar pneus velhos em casa, retire toda a água e mantenha-os em locais cobertos, protegidos da chuva.
8 – Limpe as calhas com freqüência, evitando que galhos e folhas possam impedir a passagem da água.
9 – Lave com freqüência, com água e sabão, os recipientes utilizados para guardar água, pelo menos uma vez por semana.
10 – Os vasos de plantas aquáticas devem ser lavados com água e sabão, toda semana. É importante trocar a água desses vasos com freqüência.
11- Piscinas e fontes decorativas devem ser sempre limpas e cloradas.
12- Sempre que possível evite o cultivo de plantas como bromélias ou outras que acumulem água em suas partes externas.

Crianças e grávidas contra o Aedes Aegypti

Repelentes obedecem ao critério de idade entre as crianças, então bebês de até seis meses devem usar apenas mosqueteiro e roupas protetoras. Meias e sapatos fechados também ajudam, funcionando como uma barreira. Os pequenos de 2 aos 7 anos só devem usar repelentes até duas vezes ao dia. Todas as áreas expostas devem estar protegidas, com exceção de boca, nariz e olhos. Não usar repelente com icaridina em crianças.

Para as mulheres grávidas, em geral a frequência de aplicação é 2 a 3 vezes ao dia, lembrando que o mosquito da dengue/zika tem hábitos diurnos, devendo priorizar esse período.
Aplicar o repelente sempre por cima da roupa, dos tecidos porque o produto cria uma nuvem protetora. Ao dormir, é melhor usá-lo nas roupas de cama em vez do corpo para evitar intoxicação e sempre lavar as mãos depois. Os tipos IR3535 e DEET são os considerados seguros para gestantes.
Para os dois: se usar filtro solar, passar repelente por último e não dormir com repelente.

bisnaga
lupa

Identificando as doenças

Onde comprar?

Contatos

Todos os campos marcados com um asterisco (*) são obrigatórios.

UM PRODUTO SILVESTRE LABS

Endereço:
Cidade Universitária, Rio de Janeiro – RJ, 21941-590

SAC:
(90xx21) 2142-7744, Tel.: (21) 2142-7777

E-mail:
sac@silvestrelabs.com.br

Registro Anvisa:
12345678910